Operação Carnaval: Novas aglomerações encerradas, paredões apreendidos e bares interditados

No deck da Praia de Ponta Negra, muitas pessoas aglomeravam com música ao vivo, sem respeitar o distanciamento social. O grupo também foi dispersado com a chegada da força tarefa.

1
COMPARTILHAMENTOS
19
VISUALIZAÇÕES
Publicidade Publicidade

Novas aglomerações foram registradas nesta segunda-feira (15) de Carnaval nas ruas de Natal pelos agentes da força tarefa criada entre a Prefeitura e Governo do Estado, para intensificar as fiscalizações no cumprimento das medidas restritivas de isolamento social, que suspendeu todo e qualquer evento comemorativo carnavalesco. Além disso, três paredões foram apreendidos, dois bares interditados e outro autuado em Ponta Negra por descumprir o decreto municipal 12.135/2020, que determina as normas de combate a Covid-19. As fiscalizações seguiram durante todo o dia de ontem (16) e irão até a quarta-feira de cinzas.

O trabalho integrado resultou no encerramento de algumas aglomerações pelas ruas da cidade. A maior delas no bairro de Cidade Nova, na Zona Oeste, onde um bloquinho movimentava o cruzamento das ruas Augusto Calheiros e São Vicente. “Cerca de 200 pessoas se dispersaram com a chegada da fiscalização. Um paredão de som foi apreendido no local. Após novo chamado, as equipes retornaram e fizeram outra dispersão do grupo que insistia em permanecer na rua. E ainda notificou um veículo que havia chegado com outro equipamento sonoro a deixar o local”, relata o supervisor de plantão da secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Evânio Mafra.

Outra movimentação foi dispersada em Nova Descoberta, na zona Sul, e mais um equipamento de som foi apreendido. “Qualquer ocorrência visualizada pela população pode ser informada diretamente ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) pelo número 190”, acrescenta o supervisor.

Já no conhecido Ponto Sete de Ponta Negra, dois bares foram interditados pois estavam completamente em desacordo com o decreto municipal 12.135/2020, que determina distanciamento entre mesas e cadeiras e outras medidas de segurança. “As equipes aguardaram a saída de todos os clientes que foram dispersados e interditaram os estabelecimentos”, disse Mafra.

No deck da Praia de Ponta Negra, muitas pessoas aglomeravam com música ao vivo, sem respeitar o distanciamento social. O grupo também foi dispersado com a chegada da força tarefa. “Os bares próximos ao deck foram orientados a suspender a promoção de música ao vivo sem adequação acústica. Um deles foi autuado, pois já havia sido notificado anteriormente e estava descumprindo os protocolos de combate ao coronavírus”, finaliza o supervisor.

A operação integrada entre a Semurb com o apoio dos efetivos da Guarda Municipal e da Polícia Militar conta também com a participação das secretarias de Serviços Urbanos (Semsur), Mobilidade Urbana (STTU), Saúde (SMS) por meio da Vigilância Sanitária, Urbana, PROCON e Defesa Social (Semdes).

Imagem: GMN

Fonte: Prefeitura de Natal

Publicidade
Lúcio Amaral

Lúcio Amaral

Lúcio Amaral é jornalista e advogado pós-graduado em Direito e Processo Trabalhista. Certificado de Estudos Aprofundados em Psicanálise. Ganhador do II Prêmio de Rádio e Jornalismo em Saúde e Segurança do Trabalho, promovido pelo MPT em 2008.

Próxima Notícia

Comentários

Conectado no JOL RN

Publicidade

Últimas Notícias